sábado, 18/11/2017
Breaking News
Home » Notícias » Itaú Personnalité: tão bom, que isso nem é um comercial

Itaú Personnalité: tão bom, que isso nem é um comercial

Share Button

Viva a liberdade de expressão – e a internet – é claro!

Apresentei vários programas de TV, fui comentarista em telejornal de rede nacional, escrevi para jornais e portais, mas somente no YouTube encontrei a liberdade que procurava.

Com intuito de dividir conhecimento, criei o canal Dr. Grana. Nele eu dou dicas bancárias, financeiras e empresariais. Faço isso sempre com uma boa dose de humor.

Não obstante, quando me dá na telha, solto o verbo criticando o que acredito estar errado. Evito criticar pessoas ou instituições, geralmente me atenho a fatos pontuais.

E como a ‘zueira never ends’, quando faço minhas críticas, também recheadas de bom humor, a galera entra na onda e ‘cai matando’ para tirar uma lasquinha. Algo que, na TV, seria praticamente impossível.

Agora, esta mesma liberdade, também me dá a opção de tecer elogios. Coisa também que, na TV, seria considerado como ‘jabá’. – Que é quando um profissional fala algo de alguma empresa em troco de vantagens.

Bem, dito isso, registro que aqui, no maravilhoso mundo do Dr. Grana, tenho a liberdade de criticar e, quando acredito, tecer meus elogios.

Sei que aqueles que ainda não me conhecem, podem não acreditar. Mas, fiz sim esse depoimento ao Itaú Personnalité sem ganhar absolutamente nada, pois sou correntista do banco e sempre me surpreendo com o qualificado e atencioso atendimento.

E quando digo depoimento sem ganhar absolutamente nada, significa que, nem mesmo o Itaú, seus gerentes e executivos, tomaram conhecimento antecipado desta minha iniciativa.

Bem, resumindo, é exatamente como disse no vídeo: Itaú Personnalité: perfeito pra mim. E por acreditar nisso, penso que também seja perfeito para você.

Share Button
Juros Simples - Revisional de Juros e Perícia Bancária

Leia Também

Encerramento de conta e cancelamento de crédito

O banco pode encerrar a minha conta e cancelar o meu crédito? Queria poder dizer que não, mas a realidade é que ele pode sim. Confira os detalhes no vídeo!

Deixe uma resposta